Tarcísio Ribeiro
Banner Sky
Tarcísio Ribeiro

Tarcísio Ribeiro

Domingo, 30 Agosto 2015 16:30

Ceará perde e volta a ser lanterna da B

A boa sequência adquirida do Ceará ao vencer duas partidas seguidas na série B (Macaé e Paraná) teve seu fim. A equipe voltou a perder no campeonato dessa vez fora de casa contra o Atlético-Go pelo placar de 3 a 2. 

O Vovô saiu atrás no marcador logo aos 17 minutos do primeiro tempo. Willie marcou para os donos da casa. o Ceará reagiu e empatou com Rafael Costa ainda no primeiro tempo. Mostrando o mesmo poder de reação demonstrado contra o Paraná, o Vovô virou a partida por meio do lateral esquerdo Vítor Luis logo aos sete minutos da segunda etapa.

PÊNALTI? 

Aos 11 minutos do segundo tempo o Árbitro da partida marcou uma penalidade muito contestada pelos jogadores alvinegros. O goleiro Márcio foi na cobrança e empatou a partida, 2 a 2. O gol, a penalidade e a situação fizeram os jogadores sentirem o peso do empate em um momento em que o Vovô vinha bem.

A prova disso foi que aos 34 minutos o angolano Geraldo aproveitou bobeira da defesa alvinegra e balançou as redes alvinegras pela terceira vez. Final de jogo Atlético-Go 3 a 2 Ceará.

LANTERNA

Como diz o ditado cearense: "Além da queda, o coice". Com a derrota para o Atlético e o empate em 1 a 1 entre MogiMirim e Bahia o Vovô acabou voltando para a lanterna da série B.

PRÓXIMO JOGO

O Ceará volta a campo nesta terça-feira, 01, às 19h na Arena Castelão diante de um Paysandu que é o vice líder da competição e vem de uma sequência de três vitórias. 

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-GO 3 X 2 CEARÁ

ATLÉTICO-GO - Márcio; Éder Sciola, Rafael, Samuel e Danilo Tarracha; Feijão (Juninho), Pedro Bambu, Willie (Geraldo) e Jorginho; Arthur e Wevérton Gomes (Washington). Técnico: Gilberto Pereira.

CEARÁ - Luís Carlos; Guilherme Andrade, Sandro, Thiago Carvalho e Victor Luís; Baraka, João Marcos (Carlão) e Wescley (Siloé); Júlio César, Rafael Costa e Alex Amado (Mazola). Técnico: Marcelo Cabo.

GOLS - Willie, aos 14 e Rafael Costa, aos 29 minutos do primeiro tempo. Victor Luís, aos sete e Márcio, de pênalti, aos 12 e Geraldo, aos 33 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Paulo Henrique Schleich Vollkopf (MS)

CARTÕES AMARELOS - Arthur e Geraldo (Atlético-GO); Guilherme Andrade, Carlão, Siloé, Wescley, João Marcos, Sandro e Baraka (Ceará).

RENDA - R$ 35.270,00

PÚBLICO - 2.226 pagantes

LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)

 

Não foi dessa vez que o Ceará conseguiu eliminar um grande do futebol brasileiro e avançar na copa do brasil. Nesta quarta-feira, 26, na Arena Castelão o Vovô recebeu o São Paulo em crise. O time tricolor não vencia há três jogos e chegou a Fortaleza precisando vencer por dois gols de diferença para seguir adiante na competição.

Em uma partida com lances decisivos o Ceará não resistiu a pressão tricolor que acabou conseguindo fazer o necessário, venceu pelo placar de 3 a 0 e garantiu vaga nas quartas de final da competição. Rogério Ceni, Thiago Mendes e Alexandre Pato marcaram para o tricolor paulista.

O Ceará agora pensa apenas na série B, objetivo já declarado como prioridade para diretoria e comissão técnica que agora terá mais tempo para treinar e se dedica à competição. O Vovô volta a campo nesse sábado, 29, às 16h30 contra o Atlético-Go no estádio Serra Dourada.

LANCES DECISIVOS

Com uma proposta semelhante ao jogo de ida no Morumbi quando venceu por 2 a 1, o Ceará aguardou o São Paulo no seu campo e tentava sair no contra ataque. A tática parecia ter dado certo, apesar da maior posse de bola ter sido do tricolor paulista, a melhor chance do jogo até então foi do Ceará. Aos 27 minutos o volante João Maros roubou a bola do setor defensivo do Sao Paulo, serviu Fabinho que invadiu a área e chutou fraco, nas mãos de Rogério Ceni.

O gol naquela ocasião aumentaria a vantagem alvinegra.

O segudo lance foi a expulsão de Wellington Carvalho que aplicou um carrinho no adversário e recebu cartão vermelho direto. Com um homem a menos a situação do Ceará ficou bem mais difícil de suportar a pressão. 

SUBINDO DEGRAUS

A zona de rebaixamento têm sido a área mais ocupada pelo Vovô durante todo o primeiro turno da série B, porém nos jogos de volta, já na primeira rodada o Vovô subiu um degrau. Ao vencer o Paraná por 4 a 3 e com tropeço do Migi Mirim, o Ceará deixou a lanterna e subiu para 19ª colocação. Na partida contra o Atlético-Go mais um degrau pode ser passado.

Com o tropeço do ABC-Rn em casa para o Criciúma, em caso de vitória do Vovô sobre o dragão o alvinegro sai da 19º para a 18ª posição e diminuir considerávelmente a distância para sair do Z4.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE) 
Data: 26 de agosto de 2015, quarta-feira 
Horário: 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB) 
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva (PE) e Luís Filipe Gonçalves Correa (PB) 
Cartões amarelos: Carlão, Siloé, Tiago Cametá e João Marcos (Ceará); Michel Bastos, Thiago Mendes e Reinaldo (São Paulo) 
Cartão vermelho: Wellington Carvalho (Ceará) 
Gols: SÃO PAULO: Rogério Ceni, aos 45 minutos do primeiro tempo; Thiago Mendes, aos 10, e Alexandre Pato, aos 30 minutos do segundo tempo

CEARÁ: Luís Carlos; Gilvan (Sandro), Charles e Wellington Carvalho; Tiago Cametá, Carlão, João Marcos, Wescley (Júlio César) e Sanchez; Fabinho e Siloé (Rafael Costa) 

Técnico: Marcelo Cabo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Hudson, Rodrigo Caio, Luiz Eduardo e Reinaldo (Matheus Reis); Thiago Mendes, Thiago Mendes, Michel Bastos (Wesley) e Paulo Henrique Ganso; Carlinhos, Wilder (Hudson) e Alexandre Pato 
Técnico: Juan Carlos Osorio

Tarcisio Ribeiro

Domingo, 23 Agosto 2015 21:45

Xô lanterna !

Ceará e Paraná têm sido protagonistas de jogos emocionantes nos últimos anos na série B. Em 2009 teve gol de mão, 2013 decisão de copa do brasil, 2014 mais um lance polêmico com o uso das mãos e nesse ano de 2015, um novo capítulo entra na história desse confronto.

Na tarde deste domingo, 23, pela 20ª rodada da série B o Vovô recebeu o Paraná e venceu pelo placar de 4 a 3. A partida foi decidida apenas nos minutos finais com uma virada heróica do Ceará. Agora o Vovô vira a chave, muda o chip e volta a pensar na Copa do Brasil. O adversário será o São Paulo, nesta querta-feira, 26, às 19h30. O tricolor paulista chega com a marca de três derrotas seguidas e em busca da classificação.

O Jogo

Com ânimo renovado, o Ceará partiu pra cima do Paraná e logo no início da partida abriu o marcador com Júlio César, após desvio de cabeça de Sandro, aos cinco minutos de jogo. A torcida incentivava e cantava, porém logo têve de conter a euforia. Aos 14 minutos o Paraná empatou com Carlão, estreante do dia em jogada de puro oportunismo após cobrança de escanteio.

Diferente de outros jogos o Vovô não se abalou e continuou atacando. Aos 30 minutos surgiu o primeiro dos grandes lances do jogo. O lateral esquerdo Vítor Luís arriscou de longe e marcou um golaço colocando o Vovô na frente do placar. Fim de primeiro tempo, Ceará 2 a 1 Paraná.

Na segunda etapa o Ceará voltou com uma postura completamente diferente. O time não foi bem. Erros de passe, falhas de marcação, falta de criatividade e desatenção fizeram com que o alvinegro tomasse a virada na partida. Logo aos quatro minutos, o atacante Carlão recebeu livre, invadiu a área, driblou o goleiro e marcou um golaço, protagonizando o segundo grande lance do jogo. 

A virada veio 20 minutos depois. Carlão mais uma vez recebeu na área e dessa vez não titubeou, chutou forte marcando o terceiro dele e do Paraná na partida. 

A torcida impaciente já perdia as esperanças, xingava, cobrava e via de perto o time cada vez mais na série C, porém tratava-se de Ceará e Paraná, jogo em que tudo pode acontecer. E aconteceu.

Aos 45 minuotos do segundo tempo Fabinho que tinha entrado na partida proporcionou o terceiro grande lance da partida. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou fora da grande área e o baixinho encheu o pé empatando a partida e renovando a esperança do torcedor, que viu o quarto e último grande lance da partida acontecer aos 47 minutos do segundo tempo.

Vítor Luís cobrou escanteio e Rafael Costa cabeceou para o fundo das redes virando a placar, decretando a vitória alvinegra e se livrando da lanterna da série B.

FICHA TÉCNICA:
CEARÁ 4 X 3 PARANÁ CLUBE

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 23 de agosto de 2015, domingo
Horários: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Paulo Sergio Santos Moreira (MA)
Assistentes: Sergio H. Campelo Gomes (MA) e Aelson Mariano Campelo Gomes (MA)
Cartões amarelos : Mazola e Fabinho (Ceará)
GOLS:CEARÁ: Júlio César, aos cinco minutos e Víctor Luís, aos 30 minutos do primeiro tempo; Fabinho, aos 45 minutos, e Rafael Costa, aos 47 minutos do segundo tempo
PARANÁ: Carlão, aos 14 minutos do primeiro tempo, aos 04 minutos e aos 24 minutos do segundo tempo

CEARÁ: Luís Carlos, Guilherme Andrade, Sandro, Thiago Carvalho, Victor Luís; Baraka (Vinícius), Carlão, Mazola (Arthur) e Alex Amado (Fabinho); Júlio César e Rafael Costa. Técnico: Marcelo Cabo

PARANÁ: Marcos; Ricardinho, Luiz Felipe, Luciano Castán e Rafael Carioca; Anderson Uchôa (Jean), Fernandes, Danielzinho e Carlão (Léo Coelho); Carlinhos (Lucas Pará) e Guga. Técnico: Fernando Diniz

Tarcisio Ribeiro

Sexta, 21 Agosto 2015 18:12

Valente Ceará vence tricolor no Morumbi

O Ceará entrou em campo na noite desta quarta-feira, 20, pela partida de ida da Copa do Brasil. Com o time reserva, lanterna da série B e a pior campanha do primeiro turno na competição nacional contra um São Paulo querendo se reabilitar, diante do torcedor e vindo de uma derrota por 3 a 0. 

O clima era favorável a uma vitória do adversário, mas no futebol não se vence ou perde antes do árbitro apitar o início de uma partida.

O inacreditável aconteceu e o Vozão venceu o São Paulo pelo placar de 2 a 1. É fato que a partida marcou um jogo de ataque contra defesa. O tricolor em absoluto se lançava ao ataque e o Vovô se defendia de todas as formas possíveis. 

Foram apenas três ataques do Ceará e em dois deles o alvinegro balançou as redes com o atacante Rafael Costa que após oito jogos sem marcar, desencantou no momento mais importante para a equipe. Outra marca importante foi para o treinador Marcelo Cabo, que consegue duas vitórias seguidas no comando da equipe. 

O São Paulo descontou com Alexandre Pato em um belo chute colocado. A partida de volta está marcada para quarta-feira, 26, na Arena Castelão, às 19h30.

FICHA TÉCNICA:


SÃO PAULO 1 X 2 CEARÁ

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 20 de agosto de 2015, quinta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Bruno Raphael Pires (GO)
Público: 13.015 pessoas
Renda: R$ 309.884,00
Cartões amarelos: Reinaldo, Alexandre Pato, Luiz Eduardo e Wilder (São Paulo); Fabinho, Carlão e Sánchez (Ceará)
Gols: CEARÁ: Rafael Costa, aos 17 minutos do primeiro tempo e aos 20 minutos do segundo tempo; Alexandre Pato, aos 22 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Bruno, Lucão, Luiz Eduardo e Reinaldo (Wesley); Thiago Mendes, Michel Bastos, Paulo Henrique Ganso e Carlinhos; Alexandre Pato e Luis Fabiano (Wilder)
Técnico: Juan Carlos Osorio

CEARÁ: Luís Carlos; Wellington Carvalho, Charles e Gilvan; Guilherme Andrade, João Marcos, Carlão, Uillian Correa e Sánchez; Fabinho e Rafael Costa (Carlos Alberto)
Técnico: Marcelo Cabo

Tarcísio Ribeiro

 

Pela série B 2015 o Ceará enfrentou o Macaé na última aprtida do primeiro turno e venceu pelo placar de 2 a 1. Os gols do Ceará foram marcados pelo zagueiro Sandro e o lateral esquerdo Vitor Luis. O Macaé marcou seu gol com Jones. 

O Ceará chegou aos 14 pontos, mas não deixa a lanterna da série B. Em contra partida ganha um novo fôlego para continuar a luta contra o rebaixamento. A vitória também marca a primeira sob o comando do treinador Marcelo Cabo. 

A equipe alvinegra enfrenta o São Paulo no meio de semana pela Copa do Brasil, na quinta-feira, 20, às 21h30. a diretoria e comissão técnica do alvinegro já confirmou que o time usado no confronto pela Copa do Brasil será um time misto, priorizando assim o campeonato brasileiro da série B.

Ficha técnica

Macaé 1 x 2 Ceará

Local: estádio Moacyrzão, em Macaé

Data: 15/08/2015

Árbitro: Célio Amorim (SC)

Gols: CEA – Sandro (aos 6 minutos do primeiro tempo) e Victor Luís (aos 30 minutos do segundo tempo) ; MAC – Jones (aos 44 minutos do primeiro tempo)

Cartões amarelos: CEA – Guilherme Andrade, Sandro, João Marcos, Wescley, Uillian Correia e Everson ; MAC – Diego Corrêa

Cartão vermelho: CEA – Uillian Correia

MACAÉ: Rafael; Henrique (Aloísio), Brinner, Renato Santos e Diego Corrêa; Gedeil (Anselmo), Alisso, Juninho e Fernando Neto (Marquinho); Pipico e Jones. Técnico: Josué Teixeira.

CEARÁ: Everson; Guilherme Andrade, Sandro, Thiago Carvalho e Victor Luís; Baraka, João Marcos e Wescley (Uillian Correia); Alex Amado (Fabinho), Mazola (Rafael Costa) e Júlio César. Técnico: Marcelo Cabo.

Tarcisio Ribeiro

 

Sábado, 15 Agosto 2015 21:28

Leão vence e fica a um passo do mata mata

Tinga marcou único golda partida

Pela 12ª rodada da série C, o Fortaleza recebeu o Cuiabá e venceu mais uma. O tricolor mesmo não mostrando o futebol que o torcedor está acostumado a presenciar, fez o dever de casa e com placar mínimo conquistou mais três pontos na competição.

O lateral direito Tinga foi o autor do gol da vitória tricolor que chegou a 27 pontos e fica apenas a uma vitória de garantir a classificação para o mata mata. Além de garantir a vaga, o Leão chegou a oito vitórias. É o time com mais vitórias na série C dentre os dois grupos.

O proximo confronto do Fortaleza será o Asa-AL, no sábado, 22, às 16hrs. O time alagoano foi uma das poucas equipes que arrancou pontos do Leão na Arena Castelão. No primeiro turno o resultado foi de 1 a 1. Maranhão marcou para o Fortaleza e Didira para os visitantes.

Ficha Técnica:

Fortaleza x Cuiabá – 12ª rodada

Local: Arena Castelão (CE) | Horário: 16h

Renda: 193.007,00

Público: 12.723 (pagantes) 849 (não pagantes)

Cartões amarelos: Cuiabá: Braga/ Serginho/Diego Macedo/Gilsinho/Marco Aurélio – Fortaleza: Ricardo Jesus/Adalberto/Pio/Éverton

Gols: Tinga (14’/1ºT)

Árbitro: John Herbert Alves Bispo (BA) | Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos (BA) e Mardonio Ribeiro
Fortaleza: Erivelton; Tinga, Lima, Adalberto e Thallyson; Corrêa, Auremir, Pio (Tiago Azulão) e  Éverton; Maranhão (Romarinho) e Ricardo Jesus (Lúcio Maranhão). Técnico: Marcelo Chamusca

Cuiabá: Willian Alves; Gean, Diego Macedo, Braga e Maninho; Bogé, Serginho, Elanardo (Geovani Santos) e Gilsinho (Alex Willian); Marco Aurélio (Raphael Luz) e Nino Guerreiro. Técnico: Ruy Scarpino

Tarcisio Ribeiro

O Ceará entrou em campo pela 17ª rodada da série B neste sábado, 08, contra o Vitória-Ba na Arena Castelão.
O Vovô acabou derrotado pelo placar de 2 a 1 justamente na estréia do treinador alvinegro Marcelo Cabo.
Rogério e o argentino Escudero marcaram para o rubro-negro baiano, enquanto que outro estreante no Ceará, o atacante Júlio César, descontou para os alvinegros.

A derrota manteve o Vovô na lanterna da competição e pra piorar, adversários como CRB-AL, Atlético-Go e Luverdense venceram seus jogos e aumentaram a distância para sair do Z4. Sem tempo a perder, o próximo confronto do Ceará será na terça-feira, 11, às 19h contra o América-Mg.

Desfalque Para o confronto de terça-feira, 11, contra o América-Mg o Vovô não poderá contar com o autor do gol alvinegro, o atacante Júlio César.

Mesmo com gol marcado, boa movimentação no ataque a estréia de Júlio não foi das melhores. Isso porque o atleta foi expulso de campo após ser advertido com o segundo cartão amarelo na partida, sendo assim desfalque certo para o próximo jogo.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ SC 1 X 2 EC VITÓRIA

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 8 de agosto de 2015, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Jesmar Benedito Miranda de Paula (GO) e Flavio Gomes Barroca (RN)
Cartões amarelos: Roberto Fernández (Vitória), Mazola (Ceará), Marcelo Mattos (Vitória), Ramon (Vitória), Rhayner (Vitória), Julio Cesar (Ceará)
Cartões vermelhos: Julio Cesar (Ceará)
Gols:
CEARÁ SC: Julio Cesar, aos 32min do 2º tempo
EC VITÓRIA: Escudero, aos 15min do 1º tempo, Rogério, aos 17min do 1º tempo

CEARÁ SC: Tiago; Alan Silva, Charles, Sandro e Victor Luis (Julio Cesar); Baraka, Uillian Correia, Ricardinho (Mazola) e Bernardo (Fabinho); Fernandinho e Rafael Costa
Técnico: Marcelo Cabo

EC VITÓRIA: Fernando Miguel (Roberto Fernández); Diogo Mateus, Guilherme Mattis, Ramon e Diego Renan; Marcelo Mattos, Pedro Ken e Escudero; Rogério (Vander), Rhayner (Amaral) e Elton
Técnico: Vagner Mancini


Tarcisio Ribeiro

Página 16 de 16